jornalismo de bolso

jornalismo móvel e colaborativo

Denúncias de corrupção derrubam presidente do parlamento inglês

Sem dúvidas, o assunto da semana no Reino Unido – que tomou espaço em todos os tablóides, jornais, esquinas e na internet, principalmente em blogs – foi a renúncia do presidente do parlamento, Michael Martin. Essa foi a primeira vez desde 1695 – ou seja, em mais de 300 anos – que algo do tipo acontece. Michael Martin anunciou que deixará o cargo que ocupa na Câmara Baixa do Parlamento Britânico há nove anos na terça-feira, em um discurso de apenas trinta segundos; a tradução (minha) do que ele disse coube em duas linhas:

“Para que a unidade da casa possa ser mantida, decidi que renunciarei ao cargo de presidente no domingo 21 de junho”.

A eleição para o sucessor deve ocorrer já no dia seguinte. Michael Martin foi colocado na berlinda por conta de vários escândalos de corrupção que vieram à tona nas últimas semanas, a maior parte relacionada ao mal uso do dinheiro público. Houve o caso da deputada que teve despesas de filmes pornô alugados pelo marido pagas pela câmara. Teve deputado pedindo reembolso pela limpeza da fossa de sua casa de campo. Outro que plantou não sei quantas árvores na fazenda particular. Enfim, o parlamento britânico está literalmente no fundo do poço e o Reino Unido está em estado de choque. Michael Martin, entretanto, não está sendo acusado de ter cometido um abuso pessoalmente, mas por ter permitido que dinheiro público fosse usado para sustentar o luxo dos parlamentares.

E eu que pensava que mal comportamento envolvendo dinheiro público, como a recente farra das passagens aéreas, fosse exclusividade do Brasil.

Via e-mail do blog jornalismo de bolso

Corrupção No Parlamento Inglês por Paula Góes
Baixe agora ou ouça no posterous

corrupcao.mp3 (1180 KB)

Anúncios

Arquivado em:J20_M09, podcast

8 Responses

  1. Lhys disse:

    Um amigo inglês estava revoltadíssimo outro dia contado essa história… e eu confesso que estava pensando “Tá, mas é *só* isso? É uma vez a cada 300 anos e alguém até teve a noção de sair…”

  2. Paula Góes disse:

    Lu

    Obrigada pelo comentário :) Mas ele saiu por livre e espontânea pressão, não queria deixar não. O último a renunciar havia sido há 300, mas antes dele os que saíssem da linha eram enforcados mesmo! A coisa tá escabrosa, digna de cenário verde-amarelo.

    Fiz um armengue nesse podcast, você acha que o player desse jeito está aceitável?

  3. Lhys disse:

    Acho que estou um pouco insensível pra essas coisas então… :P

    Eu ouvi no Posterous, funcionou sem problemas. Não vejo player aqui no WP. Mas dá pra colar o player do wp.com (aquele [audio http://%5D usando a url do seu mp3 no posterous.

  4. Drica disse:

    Que sujeirada, heim? Mas, dizer que se sentiu em casa por conta da corrupção!
    ooh nega. Em todo lugar tem, a diferença entre lá e cá é que o povo ainda se assusta. Nós brasileiros estamos calejados.
    Aah e o podcast ficou OTEMO.

  5. Paula Góes disse:

    Drica

    Me senti em casa porque poucos dias antes andava ouvindo notícias muito semelhantes vindas “de casa”. Sabe aquela sensação de Deja Vu?

    beijos
    Paula

  6. Aline C. disse:

    Paula, na primeira tentativa de ouvir o post, travou tudo aqui. Agora, consegui. A chinelagem corre solta em qualquer parte do mundo.
    Ah! É estranho ouvir a voz das pessoas com as quais mantenho contato apenas virtualmente…rsrsrs :)
    Grande abraço,

  7. Muito bom, Paula!!! E sendo WordPress isso aqui, estou curiosa para saber onde vc hospedou o mp3, rsrsrsrs beijoca!

  8. Opaaaaaa acabei de ver seu recado no site do curso, rsrsrsrsrsrs Obrigada!!!!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

“Jornalismo de mochila? Que coisa mais fora de moda. Minha redação é meu bolso.” (Clyde Bentley, Dezembro de 2006)

Páginas

Compartilhe!

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

microblogue

RSS #j20_M09

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

RSS links no delicious

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
%d blogueiros gostam disto: